Missa de Cinzas assinala início da Quaresma

No Santo Sepulcro, a Missa de Cinzas foi presidida por Padre Fergus Clarke e concelebrada pelos franciscanos que custodiam os lugares Santos da Terra de Jesus.


Em Jerusalém, nesta Quarta-feira de Cinzas, Padre Fergus Clarke presidiu a Celebração Eucarística na Basílica do Santo Sepulcro.

A Missa, concelebrada pelos franciscanos que custodiam os lugares Santos da Terra de Jesus, foi no lugar onde, conforme a tradição, Ele foi sepultado e ressuscitou!

Na assembleia, expressoes de um povo de fé que ao receber a imposição das cinzas anseiam por conversão e se recordam: “Viemos do pó e para o pó retornaremos”.

Durante a homilia, Padre Fergus compara os cristãos que se preparam pra Páscoa a um atleta que treina pra participar de uma Olimpíada.

Pe. FERGUS CLARKE, ofm
Coordenador dos Cantores do Santo Sepulcro
“O aspecto que quis enfatizar é o de venerar Deus através do nosso corpo. Abstendo-se de um certo alimento por um período, durante a Quaresma, como costumamos fazer, somos capazes de dizer a Deus, mesmo sabendo que o alimento é algo essencial, que Ele é mais importante que nossa própria vida”.

E celebrar a Quaresma aqui na Terra Santa, onde podemos ver a até tocar nos lugares onde Jesus viveu sua paixão, morte e ressureição, é particular.

Frei ZACCHEO DRAZEC, ofm
Presidente Convento Franciscano do Santo Sepulcro
“Especialmente no tempo de Quaresma, pra todos os freis, padres e religiosos, vir aqui é muito especial porque depois de quarenta dias, depois de viver um período intenso de oração, todos esperam a ressurreição de Jesus… Aqui no Sepulcro, por exemplo, a cada sábado nos reunimos pra fazer uma vigília a noite”.

Pe. FERGUS CLARKE, ofm
Coordenador dos Cantores do Santo Sepulcro
“Certamente aqui na Terra Santa somos privilegiados por poder caminhar nos passos de Jesus. Temos cerimonias especiais programadas pra a Quaresma que destacam estes eventos e que nos ajudam a entrar em contato com a realidade de que Deus se fez homem por nós nesta terra, sofreu e morreu por nós nesta terra para que pudéssemos ser livres do pecado e da morte”.

Produzido por CMC.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *