“Porque buscais entre os mortos Aquele que está vivo? ”(Lc 24,5)

Mensagem de Páscoa de Fr. Francesco Patton, ofm Custódio da Terra Santa

Estamos dentro da Edícula do Santo Sepulcro, estamos no lugar mais importante para nós cristãos.

É neste espaço, que se encontrava o túmulo escavado na rocha, que José de Arimatéia havia preparado para si e que coloca à disposião para a sepultura de Jesus.

É sob esta pedra de mármore que se encontra a rocha sobre a qual foi colocado o corpo de Jesus na noite da Sexta-feira Santa, depois de uma primeira e rápida unção, e depois que o seu vulto foi coberto por um sudário e o seu corpo foi envolto em um lençol novo.

É neste lugar que na manhã do terceiro dia, isto é, na manhã da Páscoa, vieram Maria Madalena e outras mulheres, e viram a pedra que lacrava o sepulcro removida e o sepulcro vazio, e o mensageiro de Deus que as convidava a não buscar os vivos entre os mortos.

É, ainda aqui, na mesma manhã de Páscoa, que vieram correndo Pedro e João, e puderam ver o túmulo vazio, o lençol caído e o sudário dobrado.

É aqui que a partir destes poucos e pobres sinais que o discípulo amado consegue passar do simples ver ao crer! Ao crer que em um instante de luz Jesus venceu a morte e trouxe a nossa humanidade, a nossa carne, para a mesma vida de Deus.

Em Nazaré, no instante do sim de Maria, o Verbo se fez carne e Deus começava a experimentar a nossa vida humana no útero de Maria.

Aqui – no lugar da ressurreição – é a nossa vida humana, frágil e mortal que entra na dimenssão da eternidade, que se torna vida em Deus, que prova outra experiência de morte e chega a plenitude da vida.

O útero de Maria é o lugar físico através do qual Deus entra no tempo, com a encarnação de seu Filho, para compartilhar da nossa existência humana. Também neste lugar, o Santo Sepulcro, é como um útero, no qual a nossa humanidade começa a viver em Deus, a partir do instante em que Jesus, o Filho de Deus encarnado, ressuscita.

Este é o motivo pelo qual este túmulo vazio é tão importante para nós e está na base da nossa fé e da nossa esperança; depois que aqui Jesus ressuscitou, sabemos com certeza que a morte é vencida; sabemos que a morte não tem mais a última palavra sobre a nossa vida e sobre a vida das pessoas que amamos; sabemos que há Alguém que é mais forte que a própria morte.

Jesus doou a sua vida com infinito amor, passou pela morte para sempre, abriu também a nós a possibilidade de entrar com Ele no mistério da Páscoa, na mesma vida de Deus.

No curso de toda a história humana, nenhuma descoberta é mais importante do que esta e nada pode mudar nossa vida como este fato.

Jesus ressuscitado, Jesus que venceu a morte, nos introduziu definitivamente na mesma vida de Deus, que é vida plena, é comunhão de amor, é felicidade além de toda nossa capacidade de imaginação.

Deste lugar, assim tão especial, desejo fazer chegar a todos e a cada um de vocês as saudações de Páscoa da parte dos frades da Custódia da Terra Santa.

Quer vivamos a poucos passos ou estejamos a milhares de quilômetros deste Lugar Santo, no dia da Páscoa estamos todos aqui, neste túmulo vazio. E aqui, depositamos tudo aquilo que na nossa vida fala de morte, aqui buscamos reconhecer os sinais da ressurreição que Jesus nos faz vislumbrar, aqui buscamos acreditar que tomados pela mão de Jesus ressuscitado, também nós, podemos viver em Deus.

Feliz Páscoa para todos e cada um de vocês e suas famílias.

Produzido por CMC

Please follow and like us:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Social media & sharing icons powered by UltimatelySocial

Visite a nossa loja, veja as promoções, assine,contribua e concorra a uma viagem à Terra Santa,participe! Dispensar