Embaixada dos EUA em Jerusalém e confrontos em Gaza, o convite da Igreja para a oração

A paz e a conversão, estas são as intenções sugeridas por Dom Pizzaballa para a vigília de oração de sábado, 19 de maio, às 5 da tarde, na Escola Bíblica de Jerusalém.

Uma semana de profundos contrastes abalou a Terra Santa.

Enquanto os representantes do governo israelense celebravam a transferência da embaixada dos EUA de Tel Aviv para Jerusalém, na presença de simpatizantes e delegações provenientes de diversos países, a fronteira com a Faixa de Gaza foi palco de confrontos violentos.

S.E. Mons. PIERBATTISTA PIZZABALLA, ofm
Administrador Apostólico do Patriarcado Latino de Jerusalém
“Infelizmente é um enésimo episódio de um longo percurso de ódio e de violência que viu a morte de quase 60 pessoas e milhares de feridos. É também uma situação paradoxal porque, de um lado,se celebrava uma grande festa,a transferência da embaixada e, do outro lado, uma tragédia, um massacre. É uma fotografia que mostra bem a situação paradoxal e dramática, da enorme diferença e da distância que existe neste terrível e interminável conflito”.

“Pedimos a todas as partes envolvidas que evitem o uso da violência”, Lê-se no comunicado da Assembléia dos Ordinários Católicos da Terra Santa, publicada em 15 de maio de 2018.

Como repetidamente tem se pronunciado o Vaticano, “a Cidade Santa, – continua o comunicado – deve estar aberta a todos os povos, o coração religioso das três religiões monoteístas”. “Qualquer movimento unilateral sobre Jerusalém não contribui para o avanço da paz”.

S.E. Mons. PIERBATTISTA PIZZABALLA, ofm
Administrador Apostólico do Patriarcado Latino de Jerusalém
“O diálogo entre as duas partes, isto é, entre israelenses e palestinos, já não existe há muito tempo. Dizemos que a falta de diálogo, a profunda desconfiança que foi criada entre as duas partes, o ódio e o ressentimento resultaram no enésimo episódio de violência que infelizmente, temo, não tenha fim.”

O diálogo, no entanto, permanece, de acordo com o Administrador Apostólico, o instrumento fundamental para desarmar o ódio e a violência e para construir aquela paz tão nominada e tão desejada.

S.E. Mons. PIERBATTISTA PIZZABALLA, ofm
Administrador Apostólico do Patriarcado Latino de Jerusalém
“Devemos nominá-la, mas devemos desarmar o círculo de retórica e desconfiança que envolve essa palavra e trazê-la de volta ao seu verdadeiro contexto: para nós cristãos, a paz não pode ser separada daquilo que foi a mensagem de Jesus, aqui mesmo, em Jerusalém. Nós, como Igreja, decidimos orar neste período de preparação para Pentecostes: rezar e jejuar pela paz e no próximo sábado faremos, com toda a diocese, uma vigília de oração pela paz “.

“Unir-se em oração pela Terra Santa, pela paz de todos os seus habitantes, pela paz de Jerusalém, por todas as vítimas deste interminável conflito e pela conversão de todos, é o apelo de Mons. Pizzaballa à comunidade cristã.

Produzido por CMC

Please follow and like us:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Social media & sharing icons powered by UltimatelySocial

Visite a nossa loja, veja as promoções, assine,contribua e concorra a uma viagem à Terra Santa,participe! Dispensar